Lei mineira de licença maternidade não contempla Poderes Judiciário e Legislativo

É um absurdo.Não é que a tão aguardada (e demorada) Lei mineira 18.879, de 2010, contempla apenas apenas o Poder Executivo?

Dizia Nicollo Machiavelli: que o mal deve ser feito de uma vez e o bem aos poucos.
Certamente, não imaginava o florentino que suas palavras fossem seguidas com tanto rigor.

Licença maternidade em Minas Gerais: QUAE SERA TAMEN.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: